Sinta o que acontece na sua vida

By evoluirjuntos - outubro 02, 2019




Só pensar positivo, não adianta.
O que você sente é o que você recebe


Se você quiser descobrir os segredos do universo, pense em termos de energia, frequência e vibração”. Nikola Tesla (1856 – 1943)

Pensar positivo é ótimo, mas não é suficiente para atrairmos para a nossa vida aquilo que desejamos. Quantas vezes você se convenceu de que estava pensando positivo para alguma situação dar certo na sua vida, e aconteceu exatamente o contrário? O que ocorre, é que além de pensar, nós precisamos sentir e vibrar na frequência daquilo que queremos manifestar. Se nos sentimos animados e confiantes, atraímos mais situações, circunstâncias e pessoas empolgantes e positivas. Porém, se nos sentimos amedrontados, vamos atrair mais eventos, pessoas e circunstâncias que nos geram medo.
Tudo no universo é magnético e tudo tem uma frequência magnética. Seus sentimentos e pensamentos também tem frequências magnéticas. Bons sentimentos indicam que você está numa frequência positiva de amor. Sentimentos ruins indicam que você está numa frequência negativa. Tudo o que você sente, seja bom ou ruim, determina sua frequência e, como um ímã, você atrai as pessoas, os eventos e as circunstâncias que estão nessa mesma frequência.*
Podemos dizer que existe uma *escala que nos orienta sobre como está a nossa frequência de sentimentos e emoções e, quanto melhor nos sentimos, mais alinhados estamos com o que desejamos.

  1. Amor/Alegria/Autoconfiança/Liberdade/Gratidão
  2. Paixão
  3. Entusiasmo/Felicidade/Animação
  4. Expectativa Positiva
  5. Otimismo
  6. Esperança
  7. Contentamento/Satisfação
  8. Tédio
  9. Pessimismo
  10. Frustração/Irritação/Impaciência
  11. Sobrecarga
  12. Desapontamento
  13. Dúvida
  14. Preocupação
  15. Reprovação
  16. Desânimo
  17. Raiva
  18. Vingança
  19. Ódio/Ira
  20. Inveja
  21. Insegurança/Culpa/Desvalorização
  22. Medo/Sofrimento/Depressão/Desespero/Impotência

Suas emoções são indicadores de sua frequência emocional. Quando lembrar que as suas emoções indicam o seu grau de alinhamento com a Energia Essencial, e que quanto melhor você se sentir mais estará permitindo o seu alinhamento com aquilo que deseja, será mais fácil entender como responder às suas emoções.”
Perceba que de nada adianta pensarmos positivo para atrair, por exemplo, o emprego dos sonhos ou um relacionamento perfeito, se lá no fundo nos sentimos com medo, com raiva, guardando mágoas, querendo nos vingar daquele antigo chefe ou antigo companheiro(a), etc. Você já deve ter passado por alguma situação parecida, faça uma auto-observação, olhe para suas experiências. A maneira como nos sentimos, como nos comportamos e como lidamos com as emoções é fundamental para ter o resultado desejado com a Lei da Atração.
A escala de orientação emocional colocada acima, é apenas uma maneira didática e prática que nos ajuda a enxergar como estamos realmente. Porém, nem sempre estaremos no topo. A vida é feita de aprendizados, de altos e baixos, e todos os sentimentos e emoções nos ensinam algo. O importante, é ficar atento para não se deixar aprisionar pelos sentimentos mais negativos. Existem meios de subir na escala, e usar a sua vibração e frequência para atrair o que deseja.
A nossa mente não reconhece as coisas como positivas ou negativas. Ela trabalha com aquilo que sentimos. Como tudo é energia, a vibração da nossa carga emocional é o que se manifesta concretamente em nossa vida. Assim, um exemplo simples, seria uma pessoa que tem medo de cachorros. Ela foi convidada a entrar numa casa de amigos, que tem um cãozinho de estimação. Todas as pessoas entram, passam pelo cão, e ele permanece tranquilo e festivo. Quando a pessoa que tem medo entra, o animalzinho simplesmente começa a latir, rosnar e precisa ser contido pelos donos. O que aconteceu nesse caso? O próprio cachorro sentiu o medo vindo dali, e como uma forma de autodefesa, ameaçou atacar, mesmo que esse não seja um hábito natural dele.
Energia, frequência e vibração. Tudo gira em torno disso, e não precisamos estudar física avançada ou física quântica para perceber os resultados em todos os lugares. O medo é uma das frequências mais baixas na escala de emoções, e é preciso tratar a causa para desbloquear esse caminho travado por esse sentimento tão comum hoje em dia.
O autoconhecimento e o olhar atento para dentro de si, é apenas o primeiro passo. Contudo, isso não quer dizer que a Lei da Atração e a escala vibracional não funcionem para quem não está atento a isso ou não pratique nenhum tipo de meditação. Ela funciona para todos, estejam conscientes disso ou não.

Saia do círculo vicioso dos sentimentos negativos
Quando algo bom acontece, você se sente bem. Mas quando algo ruim acontece, você se sente mal, reage com sentimentos negativos, gerando mais sentimentos negativos e recebendo de volta mais circunstâncias negativas. De maneira inconsciente, você acaba trazendo mais situações, pessoas ou momentos ruins para sua vida. Para mudar, é preciso mudar a frequência do sentimento.
Não perca um minuto sequer com arrependimentos, porque sentir-se triste pelos erros do passado equivale a se reinfectar”. Neville Goddard.
Então, como fazer para mudar isso?
Reclamar, culpar, achar defeito em tudo, criticar. Essas são atitudes que atraem negatividade. Para que você consiga tudo que deseja, é preciso se harmonizar com o amor, e não com a reclamação. Toda vez que você critica alguma coisa, ou coloca culpa no governo, na crise, no seu filho, na sua mãe, na esposa, marido, etc, você está vibrando na polaridade contrária ao amor. Não adianta nada darmos amor, abraçando ou elogiando algo e alguém, e logo em seguida, minutos depois, estamos no trânsito xingando o motorista ao lado.
A auto-observação é fundamental aqui. Crie gatilhos na sua mente, que te façam mudar o comportamento quando você entra na onda da reclamação, da culpa e do vitimismo. No lugar de agredir, elogie; no lugar de dizer palavras como “horrível”, “péssimo”, diga coisas como “maravilhoso”, “incrível”. Parece pouco né? Mas de que adianta te dar um passo gigante, e você ficar com preguiça de colocar em prática? Se dê tempo, olhe pra você com carinho.

Aqui, é preciso chamar atenção para casos mais específicos, como a ansiedade clínica, a depressão, síndrome do pânico e outras síndromes ou condições que não permitem que a pessoa controle suas reações, sentimentos ou pensamentos. Esses casos, precisam de tratamento com médicos e psicólogos, e às vezes até o uso de medicamentos indicados por esses profissionais. Se você tem dúvida sobre como se sente, se não consegue controlar suas reações, ou se sente muito mal no dia a dia, procure ajuda desses profissionais. 
*Este texto e este site tratam de temas relacionados a terapias holísticas e autoconhecimento, que são essenciais para te ajudar a prevenir ou acelerar a melhora de tratamentos. Os únicos profissionais que podem te ajudar nos casos que citei acima, são os formados em psicologia e medicina.

A importância do autoconhecimento

Quando se fala em “olhar para dentro” podemos lembrar da frase “conheça-te a ti mesmo” (Sócrates), que é alvo de reflexões e discussões desde que o ser humano percebeu a importância de se comunicar com a essência.
Indo para o lado mais prático, como você saberia, por exemplo, o porquê sente raiva em um determinado momento do seu dia, se não observar a si mesmo, o que sente, e como fica o seu corpo? Às vezes, um simples mal entendido no nosso dia a dia, nos tira do sério e traz a tona sentimentos escondidos como raiva, decepção, medo, etc. Tudo isso, está dentro de nós. O nosso trabalho, é identificá-los, entendê-los e mudar nosso estado vibracional. Isso leva tempo, exige dedicação e vontade.
Não vim aqui dizer pra você que existe uma fórmula milagrosa, de seguir a escala de orientação vibracional no dia a dia, e viver feliz para sempre. Isso seria loucura. Contudo, é preciso que entenda, que onde você coloca seu foco, mostra em que estado você está vibrando, e quais consequências atrairá no seu caminho. Conhecer a si mesmo, te dará um mapa mental de como você reage a determinadas situações, de quais padrões você vem repetindo ao longo da vida, de como as pessoas e coisas te influenciam ou não, de quais ferramentas você dispõe para mudar como se sente.
É uma tarefa diária e que pode ser prazerosa, depende apenas de você e de onde está o seu foco. Problemas todos temos. Cabe então aprender a lidar com eles da melhor forma. Busque mudar um padrão de comportamento ou sentimento por vez. Identifique aquilo que você faz muito, (ex.: reclamar das notícias da televisão. Que tal trocar de canal? Que tal desligar a TV e ler um livro?), e comece aos pouquinhos.
Uma mudança geralmente melhora várias áreas da nossa vida. O segredo é não se desesperar, e ir um passo de cada vez. Se seu foco está lá no futuro, lembre-se de que a única coisa que você tem é o agora, o momento presente. Respire, olhe a sua volta, e se pergunte o que dá para fazer agora?

Subindo na escala vibracional
Existem hoje diversas ferramentas que vão te ajudar a transmutar o que você sente, para receber a abundância que você merece. As técnicas alternativas como Reiki, Aromaterapia, Acupuntura, Florais, e etc, além de prevenirem doenças, amenizar dores e sintomas, também trazem autoconhecimento, reduzem e controlam os efeitos da ansiedade e do estresse (nossos maiores obstáculos na caminhada do mundo atual).
Medite. Ao contrário do que se diz por aí, meditar não é “só para quem pode”. Todos podem. Meditação é a nossa essência, é olhar para nós mesmos, observar a respiração, entrar em contato com aquilo que temos guardado na mente e no coração. Acontece, que nem sempre é fácil olhar para os defeitos, os problemas, as mudanças que precisam ser feitas – e a meditação faz exatamente isso com a gente.
Mas a notícia boa é que não precisamos fazer tudo isso de uma vez! Medite para acalmar sua ansiedade, para tranquilizar sua mente, comece com apenas 3 ou 5 minutos. Essa prática não precisa ser desagradável! E cada dia você vai ter uma experiência nova, um insight, ou apenas mais um momento de silêncio consigo mesmo.

Outras dicas…
Faça uma lista das coisas que gosta de fazer e que te fazem sorrir. Escolha pelo menos uma, e faça! (pode ser qualquer coisa! Desde uma viagem até colocar o pé na terra, pintar, comer sua comida favorita, rir com uma criança, tomar café com um amigo, dançar, etc).
Se alimente bem! E não só de comida: se alimente de arte! Visite uma exposição, ouça um artista, leia um livro.
Fique em silêncio. Essa parte é essencial para que você conheça essa pessoa que está aí dentro, não tenha medo! Todos tem defeitos e também grandes qualidades.
Aprenda algo novo! Aproveite a Internet, cursos, livros, palestras…
Entre em contato com a natureza, contemple, plante, sinta os aromas, ouça os sons.
Filtre as notícias que chegam até você, não compartilhe temas de medo, não entre na onda da reclamação.
Conecte-se com a água do seu corpo, do planeta, vibre e intencione bons sentimentos para todas suas partículas, agradeça por estar vivo.
Não leve tudo tão a sério. Não se esqueça de se divertir e aproveitar a caminhada da vida.
Tenha metas, planeje, sonhe e entre em ação para concretizá-las. Não viva no futuro, mas viva o momento presente do planejar, do vibrar na energia daquele sonho realizado. Ter um objetivo (ou mais de um) na vida, é um dos caminhos da felicidade (que já está em você).
A chave para ser bem-sucedido depende da capacidade de se libertar da resistência. Quanto mais alegre você for, menos resistente será.” Deixe de tentar controlar tudo. Procure pelo equilíbrio dentro de você mesmo, e saiba que altos e baixos existem e estão aí para nos ensinar. Vibre naquilo que te faz feliz, faça o que você ama.


Então, lembre-se: pensar todos nós pensamos. Pensamos que queremos ganhar dinheiro, que queremos saúde, queremos um relacionamento, queremos uma casa, queremos felicidade, etc e etc. Mas, além de cuidarmos dos nossos pensamentos, precisamos mudar também a maneira como nos sentimos, olhar para o nosso coração.
Não adianta apenas dizer “sou grato por ….” e não sentir a gratidão. Assim, você está apenas “brincando de Lei da Atração”. Faça algo que eleve sua vibração, que te deixe num estado positivo, e a partir daí sinta e transforme seus pensamentos em experiências reais de vida. As emoções atraem as experiências na vida.
A energia criadora acompanha as nossas emoções, e as emoções acompanham os nossos pensamentos. Vigie o que pensa, e transforme o que sente.

Por fim, e talvez o mais importante disso tudo, cuidado com aquilo que você deseja. Busque entrar em meditação, se conectar com a sua essência, para depois sentir e pedir aquilo que realmente tenha mais sentido com a pessoa que você é. Ainda bem que nesse mundo, as coisas não acontecem rápido demais. Às vezes temos pressa, e queremos que nosso "desejo" se realize logo. Contudo, conforme falamos acima, nós atraímos as coisas que sentimos. E você já parou para pensar quanta coisa (boa ou ruim) a gente sente e pensa no dia a dia?
Pare de lutar com a realidade, medite, eleve sua vibração, conecte-se com a sua verdade, e construa o que realmente faz sentido com o seu eu interior.

Ana Carolina Reis – Terapeuta, Mestre Reiki Usui Tibetano




As mentes reconhecem as situações, mas sãos os corações que metabolizam emoções e as manifestam. Pondere, medite, ore, respeite-se, reaprenda a viver.
Carmen Balhestero














Referências:
Rhonda Byrne, “O Poder”, Editora Sextante.
Esther e Jerry Hicks, “Peça e será atendido”(sobre os ensinamentos de Abraham), Editora Sextante.
Carmen Balhestero, “Canalizando com o Mestre Saint Germain”, Editora Madras.

Imagens: Pixabay


  • Share:

You Might Also Like

0 comentários