Conheça os 5 ritos tibetanos para melhorar sua vida

By Evoluir Juntos - junho 07, 2017



Olá!

Que bom que você está aqui!

Acreditamos que nenhum encontro, ou leitura, ou palavra que ouçamos, seja apenas coincidência. Se você está aqui, é por algum motivo! Estamos sempre aprendendo algo novo.


E assim foi o que aconteceu conosco, quando encontramos uma pessoa iluminada no nosso caminho, que nos chamou a atenção para os 5 Ritos Tibetanos.

Foi durante uma viagem para a serra, na cidade de Teresópolis, no Rio de Janeiro, enquanto estávamos fazendo uma caminhada pelo Parque Nacional da Serra dos Órgãos, meditando nas cachoeiras, observando os pássaros, e percorrendo trilhas, que ouvimos falar dos tais ritos.

A pessoa que nos encontrou e mencionou os ritos, estava sentada contemplando a natureza. Tinha uma história fantástica de superação, havia feito uma cirurgia no cérebro, era escaladora, e estava voltando agora para as montanhas! Voltar para as montanhas é como voltar para a raiz, para nossa natureza primal.

DSC00973
Vista do mirante da Trilha 360 graus - Parnaso, Teresópolis - RJ
Fazia frio, e ela comentou que iria fazer os ritos tibetanos que esquentaria seu corpo.

Fiquei curiosa com aquilo... Quando retornamos do Parque fui logo pesquisar para saber do que se tratava. E para minha "surpresa" (nada é coincidência né?!), tinha tudo a ver com o nosso momento! A busca do equilíbrio, saúde, crescimento e vitalidade.

Mas então, o que são os 5 Ritos Tibetanos?

Quando eu pesquisei, de maneira rápida pelo celular, entendi que eram 5 exercícios, praticados pelos monges tibetanos por muitos e muitos anos, (bastante parecidos com o Pilates e o Yoga diga-se de passagem), que teriam resultados extraordinários na vitalidade e rejuvenescimento humano.

Tudo bem. Vamos melhorar isso aí.

Pesquisando mais profundamente, encontrei o livro "A Fonte da Juventude" de Peter Kelder. O editor afirma que, segundo seu conhecimento, este livro seria a única fonte escrita sobre os cinco antigos ritos tibetanos "que são a chave para a vitalidade, saúde e juventude perenes".

"Apoiado em preceitos já bastante consagrados na medicina oriental, tais como a busca do equilíbrio do fluxo de energia vital (energia cósmica) pelos pontos-chave do corpo (os chacras), o método baseia-se na prática diária de cinco exercícios físicos rituais, cujo objetivo é harmonizar o funcionamento das glândulas relacionadas com o envelhecimento". Contra-capa do livro "A Fonte da Juventude", Peter Kelder.


O que são os 7 chacras?

Bom, não sou especialista no assunto, mas vou tentar explicar de forma bem simples, para que você entenda o processo dos cinco ritos.

Todo ser vivo possui um campo magnético em volta de si, que alguns chamam de aura. Nesse campo, existem diversos pontos de abertura que é por onde fazemos a troca energética com as pessoas, a natureza, o ambiente e outros seres. Todos os seres vivos precisam de energia para viver.

O que se conhece por chacras então, são essas aberturas na nossa aura, são vórtices energéticos. Chacra significa "roda" em sânscrito. São centros de energia que vibram constantemente no nosso corpo. As células do nosso corpo precisam de energia vital e também liberam energia constantemente. Daí a importância dos chacras estarem sempre girando, fazendo essa troca de energia. 
"Durante milhares de anos os místicos do Oriente vêm afirmando que o corpo possui sete centros de energia correspondentes às sete glândulas endócrinas, e que os hormônios produzidos por essas glândulas regulam todas as funções corporais. Recentes pesquisas médicas descobriram indícios convincentes de que até mesmo o processo de envelhecimento é regulado por um hormônio". Pág. 5 de "A fonte da Juventude".
Para saber mais detalhes sobre os 7 chacras recomendamos a leitura deste link aqui!

A Fonte da Juventude

O livro conta a história de um homem de 70 anos, chamado no texto de Coronel Bradford, que resolve ir em busca de um grupo de lamas ou sacerdotes tibetanos que conheciam o segredo da Fonte da Juventude.

Passados alguns anos desde que partiu nessa busca, ele retorna para contar ao velho amigo, que havia conseguido descobrir a tal fonte da juventude. Passou meses com os monges, aprendendo seus hábitos e principalmente os famosos cinco ritos. Para surpresa do amigo, Coronel Bradford retorna aparentando ter muitos anos a menos, e praticamente não foi reconhecido. Não era mais o senhor pálido, encurvado que usava bengala para se apoiar.

E assim, ele revela e ensina tudo que aprendeu.


Os 5 Ritos

A primeira coisa importante que ensinaram ao Coronel quando ele entrou para o mosteiro foi que o corpo tem sete centros de energia, ou vórtices. "Os hindus os denominam chacras. Trata-se de poderosos campos energéticos, invisíveis aos olhos, mas cuja existência é indiscutível. Os sete vórtices controlam as sete glândulas do sistema endócrino, e estas, por sua vez, regulam todas as funções do corpo, inclusive o processo de envelhecimento".

chacras
7 chacras

Num organismo sadio, todos esses vórtices giram a grande velocidade, fazendo com que a energia vital, flua subindo pelo sistema endócrino.

"Mas, se um ou mais desses centros começa a diminuir a velocidade de rotação, o fluxo da energia vital fica inibido ou bloqueado - e disso resulta o envelhecimento ou a doença. Num indivíduo jovem, esses vórtices estendem-se para fora do corpo, mas nos velhos, fracos e doentes, eles mal conseguem atingir a superfície. O modo mais rápido de se recuperar a saúde, vitalidade e juventude é fazer esses centros de energia voltarem a girar normalmente. Existem cinco exercícios simples para tal finalidade. Qualquer um deles sozinho já é bom, mas os melhores resultados são alcançados quando se praticam todos eles. Esses exercícios não são uma ginástica. Os lamas os chamam de 'ritos' e é assim que vou me referir a eles daqui por diante." (Pág. 9).
"Os sete vórtices energéticos do corpo controlam as sete glândulas endócrinas. Estão dispostos em coluna da seguinte maneira: a base da espinha; o baixo ventre, abaixo do umbigo; o abdômen, acima do umbigo e abaixo do peito; o centro do peito; a garganta; o centro da testa, entre as sobrancelhas; e o alto da cabeça. Quando todos os vórtices energéticos giram em alta velocidade e sincronizadamente, o organismo goza de saúde perfeita. Quando um ou mais vórtices perdem. a velocidade, ocorrem o envelhecimento e a deterioração física".

Rito 1


Rito 1
De pé, os braços estendidos, as mãos com a palma voltada para baixo, gire em sentido horário

Rito 2


Rito 2
1. Deite-se de costas com os braços junto ao corpo. 2. Encoste o queixo no peito. 3. Sem dobrar os joelhos, erga as pernas até que fiquem em posição vertical

Rito 3

Rito 3
1. Ajoelhe-se no chão com o corpo ereto. Apóie as mãos nas coxas. 2. Encoste o queixo no peito. 3. Arqueie a espinha ao mesmo tempo que inclina delicadamente a cabeça para trás o máximo possível.

Rito 4


Rito 4 1
1. Sente-se no chão com as pernas estendidas, os pés separados e as mãos no piso

Rito 4 2
2. Encoste o queixo no peito.
3. Incline a cabeça para trás o máximo possível.
4. Conservando os braços esticados e as mãos e os pés no lugar, dobre os joelhos e erga o tronco até que ele fique em posição horizontal. Contraia os músculos e relaxe.


Rito 5


Rito 5
1. Com o corpo voltado para baixo, os braços estirados, espalme as mãos no chão e apoie-se nos dedos dos pés dobrados. Incline lentamente a cabeça para trás o máximo possível. 2. Sem tirar as mãos e os pés do lugar, erga os quadris, ficando com o corpo numa posição de V invertido. Encoste o queixo no peito

Todos os ritos acima são feitos respeitando uma respiração profunda e ritmada que deve ser mantida durante toda execução dos ritos. Nos intervalos entre as repetições, ficar em pé, ereto, com as mãos nos quadris, e respirar profunda e ritmadamente várias vezes. Ao exalar, imagine as tensões saindo de seu corpo, deixando-o relaxado. Quando inspirar, imagine uma sensação de bem-estar invadindo seu corpo.

A verdade: é preciso mais do que 5 simples exercícios:

Há quem acredite e, também quem não ache possível, que os 5 exercícios praticados regularmente podem rejuvenescer uma pessoa. Acontece, que no meio do livro, o personagem principal faz uma colocação bem interessante. Ele diz que dois fatores são essenciais para o resultado satisfatório da prática: o desejo firme e a atitude mental.

Ele próprio, relata ter feito um esforço para esquecer a própria imagem como sendo um velho fraco, fixou o pensamento em como ele era no auge de sua vitalidade, e a fortaleceu energizando-a com um desejo profundo.

Ainda no prefácio do livro, o médico Dr. Bernie S. Siegel, afirma que os pacientes que ele conheceu, que sobreviveram a doenças e viveram mais do que o esperado, tinham 3 características: "espírito de luta, vontade de aprender e de mudar e uma grande abundância de recursos espirituais".

retiro budismo refletir

Além disso, ao longo do texto, ele dá outras dicas como as de alimentação, por exemplo. Mastigar muito bem os alimentos, não exagerar nas quantidades, não misturar muitas variedades de comida numa única refeição, etc.

Acrescenta-se a isso ainda, os hábitos que os monges teriam diariamente como cantar, entoar mantras, exercícios respiratórios, meditar, silenciar a mente e muitos outros milenarmente conhecidos por seu povo. Tanto que, durante o restante do livro, o personagem ainda cita o sexto e o sétimo ritos. (Esses aí você vai ter que ler para saber!).

Eu poderia ficar listando aqui diversos ensinamentos que o próprio livro trás como complemento dos cinco exercícios físicos. Outro exemplo, é o trecho: "Em resumo, o segredo simples e maravilhoso capaz de ajudar a todos a realizar qualquer desejo é este: basta alterar os padrões de pensamento para alterar a vida. Se você tiver pensamentos encantadores, a mente superconsciente cumulará a sua existência de coisas encantadoras em vez de coisas miseráveis" (Pág. 26).

O que podemos concluir e aprender aqui?

A prática dos cinco ritos que o personagem aprendeu com os monges tibetanos, estava sendo aplicada juntamente com a força da imaginação, da lei da atração, da mudança de pensamentos, da fé (e aqui não é no sentido religioso) de que aquilo já estava conquistado, hábitos alimentares saudáveis, meditação, vida regrada, força de vontade.

Rejuvenescer é possível. Sim, no sentido de tornar sua vida mais sadia e plena, ter mais vitalidade, melhorar articulações, curar dores, aparentar uma pele mais jovem, etc. E parece ser fruto de uma série de fatores, hábitos e decisões que tomamos ao longo da vida. A cura está dentro de nós.
"Todo homem deseja viver para sempre, mas nenhum homem quer ser velho". Jonathan Swift

A prática dos ritos tibetanos, da Yoga, de exercícios de respiração, atividades aeróbicas, meditação, perdão, bons hábitos alimentares, e etc, podem com certeza te ajudar a se sentir mais jovem ou mais disposto. O importante, é o que você acredita ser, o que sua mente tem como desejo firme, quais pensamentos você vem nutrindo atualmente, pelo que você é grato.

A lei da atração e o poder da imaginação estão aí para você usar! Todos nós podemos. O que você pensa, você atrai. O que você imagina e agradece como se já tivesse, você recebe.

meditando

Os 5 Ritos Tibetanos não irão funcionar como mágica se você não der atenção aos outros fatores que o livro fala e que a vida te ensina.

Além disso, somos todos iguais e ao mesmo tempo tão desiguais. O que funciona para você, pode não funcionar para o outro. Uma prática holística, uma atividade física, um alimento "x", um livro "y", etc.

Entenda primeiro a sua individualidade. Faça o que te deixa feliz! Crie seu próprio método! E se os 5 Ritos Tibetanos agregarem valor a ele, pratique! Se não, há sempre outra atividade, outro livro, outro lugar, outra chance.

Se cuide! ;)

Gratidão! Paz e Bem.

Por Ana Carolina Reis

*Atenção: os exercícios só devem ser praticados até o seu limite! Se causar incômodo ou for impossível para o seu corpo no momento fazer tal movimento, não faça! Cada um tem o seu tempo. Consulte um médico qualificado antes de praticar qualquer atividade! Inclusive os ritos, pois são exercícios físicos. Alguns podem gerar tontura e outros sintomas em algumas pessoas. Os benefícios e a agilidade na prática vem com o tempo. 

*Trabalhe primeiro a sua mente, e tudo se tornará possível.
"Tudo quanto existe provém da mente; baseia-se na mente, é formada pela mente."
- O CÂNONE PÁLI, c. 500-250 a.C.

*Os editores do livro dizem que não há como saber se o personagem principal descrito por Peter K. era totalmente fictício ou uma mistura do real com ficção.

*Meditação deixa o cérebro mais jovem:
http://super.abril.com.br/ciencia/pessoas-que-meditam-tem-cerebro-mais-jovem/

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários